Últimos vídeos do canal

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Quer saber a explicação para os trilhas circulares? CONFIRA!

A equipe do site chemtrailsbrasil procura sempre basear seus estudos e observações sob bases empíricas e análise racional dos dados. Tentamos compreender o fenômeno das trilhas persistentes de forma objetiva, buscando nos afastar de teorias de conspiração, mitos e misticismos que comumente costumam dominar este meio. Após três anos de observação metódica dos aviões sobre os céus dos Brasil, uma coisa já é pré-suposto para nós: as trilhas persistentes (chemtrails) não são aspergidas deliberadamente por aviões especializados, elas estão na verdade sendo geradas, em sua maioria, por aviões comerciais. Na verdade não são trilhas de veneno liberadas por sistema de pressurização em aviões clandestinos. São na verdade contrails anômalas (persistentes) sendo geradas pela exaustação das turbinas de aviões à jato em geral. Mas aí fica a pergunta: Por que de uns anos para cá os aviões de Motor a Reação passaram a gerar trilhas de condensação que persistem por horas no céu? A resposta é simples: o fator chave está na atmosfera e não nos aviões.

Enquanto os teoristas da conspiração dos chemtrails perdem tempo focando sua atenção nos aviões e na possível teoria do "borrifamento de produtos químicos", a verdadeira geoengenharia acontece nos céus de todo o mundo sem que nós a percebamos. Note que as trilhas persistentes são apenas uma consequência (talvez até indesejada) de algo que podemos então chamar de geoengenharia, e não a causa. Se existe um esquema de pulverização clandestina mundial ,ele acontece antes da passagem dos aviões que irão gerar as trilhas persistentes. As trilhas persistentes, as tais chemtrails, estão sendo geradas por aviões comerciais ao transitarem por regiões sob a ação de algo que ainda não sabemos exatamente o que é. Os aviões que geram as trilhas permanentes não são os agentes principais neste grande teatro da geoengenharia. 

Os teoristas de chemtrails, tal qual nós mesmos fomos durante anos, relutam em abrir os olhos para essa nova possibilidade de compreensão do fenômeno. Mal sabem eles que muitas das dúvidas que temos a respeito do comportamento dos chemtrails, passam a serem mais bem respondidas tendo essa nova visão como base.

Nesta postagem iremos explorar apenas uma das centenas de situações existentes. Estaremos analisando aqui uma das situações mais faladas desde que o tema chemtrails veio à tona na internet, que é a questão dos rastros circulares.

exemplo de manobra circular para alívio de transito
Muitas fotos de rastros circulares surgiram na internet com o tempo, e naturalmente, a primeira e precipitada conclusão que se tirou foi a de que "só podem ser aviões borrifadores clandestinos, pois aviões comerciais não fazem círculos no céu". Pois bem, a partir do momento que se começa a analisar os chemtrails sob a nova ótica apresentada no inicio dessa postagem, seja esta, a de que são aviões comerciais que estão gerando a maioria das trilhas que estão sendo vistas no céu de todo o mundo, fica mais fácil compreender o fenômeno circular, pois passa-se a buscar respostas baseadas em conhecimento aéreo objetivo, como planos de voo, controle de voo, cartas de aviação, trafego aéreo etc etc. Neste caso das chemtrails circulares, quando se passa a reconhecer o fato de que elas estão sendo geradas por aviões comerciais, tentamos então encontrar uma resposta para os círculos baseado nas catas de aviação e conhecimento de trafego aéreo.

exemplo de manobra circular para alívio de transito
E neste caso dos círculos está muito claro que se trata de uma manobra bem conhecida entre pilotos e controladores de voo: Manobra Circular para Alívio de Transito. E consiste no seguinte: Quando uma aerovia, em horário de pico, está muito congestionada, o controlador de voo solicita ao piloto que execute uma manobra circular com o intuito de descongestionar o transito. Na foto abaixo, extraída do Flightradar especialmente pela nossa equipe para essa postagem, vemos que a aeronave AVIANCA O66311, com saída em SSA Salvador, e destino a GRU São Paulo, executou dois looping (círculos) durante seu trajeto comercial. Na figura vemos o primeiro circulo marcado com o numero 1 e ao lado uma fotografia também marcada com o numero 1. Depois vemos o outro circulo e a outra imagem marcados com o numero 2. Essas marcações foram feitas para nos ajudar a visualizar os tipos de círculos possíveis, dependendo da angulação e trajetória da aeronave. 



Abhaixo vemos mais um caso, o avião de carga da GOL (gol1711) precisou fazer espera mais longa entre Rio e São Paulo. Note que são dois círculos sobre o interior de SP.


      
Gostamos sempre de relembrar aos ativistas mais militantes, que nós não estamos negando a existência de chemtrails. Estamos somente buscando explicações mais sensatas sobre o assunto. Acreditamos que há sim algo errado acontecendo nos céus de nosso planeta, mas acreditamos também que o rumo que se tomou na internet para explicar esse fenômeno não está sendo mais frutífero e não está mais sendo capaz de responder nossas dúvidas. E por isso estamos ampliando nossos horizontes para novas formas de explicação do fenômeno, mesmo que isso nos custe não poder mais brincar de  ser ativistas de chemtrails.  

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Essas manobras em circulos são chamadas de 360º e são ordens do controle de tráfego para atrasar a chegada do avião na final para pouso e com isso dar tempo para o controle de solo desocupar a pista. É uma atitude cada vez mais necessária com o aumento do tráfego principalmente nas aproximações para aeroportos como Guarulhos-SP onde temos aviões pousando a cada 2 minutos. Uma comparação bem simples: No caso dos trens do metrô, quando há congestionamento, eles reduzem a velocidade ou fazem um tempo maior de parada nas estações. Como avião não pode parar no ar, então eles ficam voando em círculos, fazendo espera, até serem autorizadoas para a aproximação final. Parabéns pelo trabalho didático e racional Oberon.

    ResponderExcluir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OK.... Só tem um detalhe. Nenhum avião comercial faria um curva com o angulo que é apresentado nas fotos.

      Excluir
    2. Os ângulos retos nas curvas é devido a leitura do aplicativo flight radar que não é muito precisa.

      Excluir
  3. " "Se existe um esquema de pulverização clandestina mundial ,ele acontece antes da passagem dos aviões" " .... Existe sim um esquema! Eu estou tentado a aceitar a sua proposta mas as observações q eu tenho feito aqui na minha cidade (J. Fora/MG) indicam que os rastros são deixados de forma deliberada pelas aeronaves!

    Para explicar os rastro duradouros vc diz, " "estão sendo geradas por aviões comerciais ao transitarem por regiões sob a ação de algo que ainda não sabemos exatamente o que é." " !!!
    Se não é pelos aviões que todos estamos vendo em nossas cidades então o que pode ser ???
    Na minha opinião isso faz parte de um plano para manipular o clima mundial !!! HAARP !! Pesquise isso !!!

    ResponderExcluir
  4. Na foto q aparecem os círculos, da para ver claramente que a trilha acaba quando o círculo acaba indicando q não se trata de algo q ja estava presente no ar e sim algo q foi deixado!
    Fosse algo no ar, a trilha continuaria !!
    Essas observações só fortalecem minha vontade de "brincar de ser ativistas de chemtrails." !

    ResponderExcluir

ÚLTIMOS ARTIGOS, MATÉRIAS E DENÚNCIAS

chemtrail brasil

chemtrail brasil
chemtrail brasil